Professora de Barueri é morta pelo ex-marido em Santana de Parnaíba

0
11959
Compartilhe:

Após atirar cinco vezes na ex-esposa, homem se suicidou com um tiro na cabeça

No domingo, 13/5, data em que foi comemorado o Dia das Mães, a professora Relma Rodrigues foi assassinada pelo ex-marido, o pastor evangélico Henrique Balbino da Silva, em Santana de Parnaíba. Após o crime, ele se suicidou com um tiro na cabeça.

Relma dava aula para crianças do 1º ao 5º ano/Fotos: Redes sociais
Relma dava aula para crianças do 1º ao 5º ano/Fotos: Redes sociais

A professora lecionava na rede municipal de ensino de Barueri, na Emeief José Emídio de Aguiar, no Jardim Maria Tereza, onde dava aulas do 1° ao 5° ano, e a família morava no Parque Jaguari, em Santana de Parnaíba.

No perfil do Facebook, a última postagem de Relma foi feita na manhã sexta-feira, 11/5, dois dias antes do crime. O texto soa como premonição: “Ainda que eu não entenda o ‘porque’ de certas coisas da minha vida. Ainda que pareça que é o fim. Eu confio em ti… Pois os planos de Deus são perfeitos, e eu não preciso entender, eu preciso confiar. Pois nada é impossível para Deus”.

De acordo com o portal R7, a Polícia Civil informou que a mulher, de 44 anos, morreu em decorrência dos cinco tiros disparados pelo ex-companheiro, de 45 anos, por volta das 9 horas do domingo. Ambos foram socorridos. Ela foi levada para o Hospital Pam Santa Ana e ele para a UPA Fazendinha, em Santana de Parnaíba, mas já chegaram sem vida aos locais.

Casal estava junto desde 2011
Casal estava junto desde 2011

A linha de investigação da polícia é de que o motivo do crime teria sido a guarda do filho do casal, uma vez que Relma queria passar o Dia das Mães com o menino e o pai não se conformava com a decisão. Eles tinham se casado em 2011 e o menino tem cinco anos de idade.

O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Santana de Parnaíba.

Compartilhe: