Prefeitura gasta mais de R$ 500 mil com grandes shows em 2017

0
1793
Compartilhe:

Valores vão de R$ 48 mil para Guilherme Arantes a R$ 200 mil com o Arraiá de Barueri

Por Caroline Rossetti

A prefeitura de Barueri promoveu uma extensa agenda de shows gratuitos em espaços abertos ao público durante este ano. Até novembro, a temporada de apresentações custou ao município R$ 561 mil apenas com artistas de peso, segundo o Portal da Transparência, da própria prefeitura.

Os montantes partem de R$ 48 mil, como o cachê pago para o cantor Guilherme Arantes, que se cantou em setembro no Parque Municipal, até R$ 200 mil com o Arraiá de Barueri, em julho. Para a presença do cantor e ator Almir Sater, em setembro, ocasião em que o prefeito Rubens Furlan e a filha, Bruna Furlan foram vaiados (Leia a matéria), a administração desembolsou dos cofres públicos R$ 85 mil.

No caso do Arraiá, realizado em frente ao Ginásio José Corrêa, a programação contou com a dupla Marcos e Belutti, que recebeu R$ 174 mil, e a Banda Rastapé, com cache de R$ 35 mil.

Com as apresentações do Natal Encantado, programadas para dezembro no Bulevar, apenas o valor do cantor Toquinho foi divulgado, R$ 84 mil. Quanto ao maestro João Carlos Martins e o cantor Sérgio Reis, os custos para o município ainda entrarão na conta de dezembro, que fecha apenas no final do mês e vai elevar o total para mais de R$ 600 mil.

Esse valor refere-se apenas aos shows de artistas consagrados. Não entraram na conta apresentações de artistas menores, com cachês abaixo de 30 mil.

Compartilhe: