Passeata ‘Grade na Ponte’ foi marcada por comoção e assinaturas para abaixo assinado

0
1967
Compartilhe:

Marcha saiu da casa onde morava Jacaré, passou pelo local do acidente e terminou com abaixo assinado

Na tarde do último sábado, 30/9, ocorreu a passeata Grade na Ponte, no Jardim São Pedro, com familiares e amigos do motociclista José Henrique Araújo, o Jacaré, que no dia 18/9, morreu num acidente no viaduto Joaquim Antunes da Silva, no Jardim Belval. Jacaré teve a moto fechada por um caminhão e acabou batendo na mureta de proteção, despencando viaduto abaixo.

Segundo o Jornal Sucesso News, a passeata, que começou em frente à casa de Jacaré e passou pelas ruas da região até chegar ao ponto onde foi o acidente, no viaduto do Belval, pedia por providências imediatas do poder público para implantação de grades de proteção sobre as muretas do viaduto, para que não haja mais acidentes semelhantes no local.

O lugar foi interditado pelo Demutran para que os manifestantes pudessem subir em segurança ao local do acidente. Chegando ao viaduto, os familiares e amigos fizeram homenagens a Jacaré, usando faixas com a #GradeNaPonteJdBelval, e soltaram balões brancos aplaudindo a memória do rapaz.

Por fim, os familiares e amigos desceram até debaixo do viaduto, ao lado dos trilhos da CPTM, onde o corpo do rapaz foi encontrado e ali foi realizado mais um ato em menção a ele, com orações e agradecimentos a todos empenhados pela causa.

Um abaixo assinado também foi feito, e será entregue na terça-feira, 3/10, ao presidente da Câmara e também ao vereador Luiz da Silva, que em maio deste ano entrou com um pedido para colocação das grades de segurança no local.

Compartilhe: