Pai é preso em flagrante no Engenho acusado de abusar da filha de 13 anos

0
12604
Compartilhe:

Agentes da Romu foram parados pela irmã da garota que estava na rua e recebeu mensagens pedindo ajuda

Na noite desta quarta-feira, 27/9, por volta das 21 horas, uma viatura da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) foi parada por uma mulher que pediu ajuda para a irmã de 13 anos. Segundo ela, que passava pela região da Praça das Bandeiras com a mãe quando viu a viatura e abordou os agentes, a irmã, que estava em casa, havia enviado diversas mensagens de whatsapp dizendo que o pai estaria tentando estuprá-la.

Na casa do acusado foi encontrada uma espingarda calibre 28 e mais de 20 munições
Na casa do acusado foi encontrada uma espingarda calibre 28 e mais de 20 munições

Depois de acionar outras viaturas pelo rádio, os GCMs escoltaram a irmã da adolescente até a casa da família, que fica no Engenho Novo.  “Quando chegamos lá, o pai estava na sacada da residência e a mãe liberou a nossa entrada”, contou ao Barueri na Rede um dos agentes que entrou na residência da família. “Estavam ele [o pai] e a adolescente dentro de casa”, afirmou o guarda municipal.

A adolescente disse aos GCMs que o pai estava abraçando-a de uma forma estranha, que pediu para ele parar, ao que ele teria respondido ‘você é a gostosinha do papai’. A menor ainda afirmou que o pai teria colocado o pênis para fora e dito: ‘olha como você me deixa’. A adolescente, em desespero, começou a mandar mensagens para a irmã mais velha.

Questionado, já fora da residência, o acusado negou as alegações da adolescente, quando a irmã mais velha mostrou o celular com as mensagens para os agentes, que confrontaram o pai da menor. Nesse momento, ele se defendeu e alegou que não fazia sempre aquilo, que ‘tinha sido só dessa vez’. Durante o flagrante, uma vizinha disse aos GCMs que também já havia sido molestada pelo homem. Ela se prontificou a depor contra ele.

Diante da denúncia, acusado e vítima, acompanhados pela mãe, a irmã e um irmão da garota foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Barueri. A esposa do homem estava em estado de choque. Além da acusação de tentar abusar da filha, o homem deve responder por porte ilegal de arma de fogo, já que os agentes da GCM localizaram na casa do suspeito uma espingarda calibre 28 e 22 munições.

Compartilhe: