Moradores enfrentam infestação de ratos no Califórnia

0
1701
Compartilhe:

Além do excesso de lixo nas ruas, agora roedores invadem casas na rua Araras

Excesso de
Excesso de lixo no Califórnia tem atraído ratos para dentro das casas/Fotos: rede social

Os problemas de excesso de lixo, caçambas e ruas lotadas de entulhos vêm se agravando em Barueri. Há meses, a questão tem incomodado moradores de diversos bairros da cidade. Há pouco tempo, o Barueri na Rede publicou reportagem relatando casos em que pedestres perdem espaço nas calçadas para todo tipo de descarte: lixo orgânico, móveis velhos, restos de construções (relembre o caso).

Desta vez, moradores do Jardim Califórnia estão tendo as casas invadidas por ratos, que são atraídos pelo excesso de lixo, que também é um problema encontrado no bairro. Segundo Luciana Andrade, a infestação é tamanha que mesmo depois de acionado o setor de zoonoses e aplicado veneno, ainda é grande o número de roedores invadindo as residências.

Rua no São Luis
No São Luis, moradores relatam tanto problemas com lixeiras lotadas como móveis nas calçadas

“Só dia 1º de dezembro, na minha garagem encontramos quatro ratos mortos. Isso porque meu marido colocou, no motor do carro, chumbinho em um pedaço de pão”, contou a moradora do Califórnia ao BnR. Isso, segundo Luciana, foi cerca de 15 dias após o veneno ter sido aplicado nos bueiros da rua. “Colocaram veneno nas boca de lobo. Mas não adiantou. E hoje eu tornei a ligar novamente na zoonoses. Quando chega a noite os ratos saem de dentro dos bueiros”, afirma.

Moradores continuam relatando lixos amontoados e espalhados pela cidade. No Engenho Novo, um morador contou que a rua onde mora está parecendo uma loja de móveis velhos. “Um verdadeiro lixão. Tem vários sofás jogados. E tenho visto por todo o bairro lixo e mais lixo”, lamentou.

Também no Engenho Novo, um local que se tornou ponto de descarte é o cruzamento da rua Caetaninha com a rua Missouri. Passando pelo local, uma motorista fotografou a calçada tomada por todo tipo de entulho. “Os cata cacarecos não estão mais passando, e além disso, infelizmente é cultural ficarem jogando todo tipo de entulho por ali. É triste tanta sujeira”, declarou.

Engenho Novo
Praça no Parque dos Camargos cercada por lixo e flagrante de motorista em cruzamento de ruas no Engenho Novo

Já no São Silvestre moradores apontam as calçadas da rua Madeira, Almeida, Tupi, rua São Paulo, Amazonas como os principais locais com problema. “É impossível andar sobre as calçada”, relatou Eliana Fernandes.

Uma moradora do Boa Vista reconheceu que a prefeitura chegou a realizar parcialmente a limpeza de alguns locais do bairro, mas ainda assim ficaram outros pontos sem o recolhimento de entulho. “De fato, a prefeitura limpou a Rua Antônio Chalupe no ponto atrás do depósito, mas não limpou as proximidades, inclusive, a Rua Carlos de Campos, onde fica um ponto de ônibus, está com a calçada toda ocupada com entulho”, contou ela ao BnR.

Sobre a questão que tem sido alvo de reclamações constante e preocupado moradores que temem, além do incômodo, ter problemas de saúde, a moradora do Boa Vista tem sua visão do problema. “Todos esses pontos são viciados, ou seja, a prefeitura limpa hoje e na semana seguinte já tem sujeira novamente. Acredito que há duas soluções para a questão. A primeira é a prefeitura fazer valer a lei existente e multar os donos dos imóveis que deixam suas calçadas intransitáveis. A segunda é a prefeitura continuar não fiscalizando e multando, mas fazer a limpeza ao menos a cada dois meses”.

Barueri na Rede procurou a administração municipal a respeito do caso de infestação de ratos no Califórnia e, por meio da Secom, foi informado que, de acordo com o Departamento de Zoonoses, a colocação do veneno costuma resolver esse tipo de infestação, mas como há o relato de que o problema ainda persiste, a equipe de Zoonoses irá agendar outra visita ao local na próxima semana para verificar a ocorrência. A nota finalizava afirmando que “caso sejam apenas ratos, colocarão mais veneno, mas se for verificado que há entulhos, mato ou acúmulo de lixo no local (o que dificulta a eliminação dos vetores), acionarão a Secretaria de Serviços Municipais”.

Compartilhe: