ELEIÇÕES – Combate à corrupção é principal bandeira de Claudio Paes

0
788
Compartilhe:

Professor do ITB candidato a deputado federal pela Rede Sustentabilidade quer ações práticas para limpar a política

Claudio Paes quer fazer da luta contra a corrupção sua principal bandeira caso seja eleito deputado federal pela Rede Sustentabilidade. O candidato (número 1838) pretende compor uma bancada anticorrupção no Congresso para combater esse que ele considera um dos maiores problemas do país no momento. “Os candidatos em geral evitam esse tema ou falam de forma genérica, não há propostas concretas”, diz ele.

Claudio vê hoje a política mergulhada no caos e entre as frentes que pretende atacar estão criar maior controle dos políticos, baixar os salários dos parlamentares, atacar os privilégios, acabar com o nepotismo e valorizar os profissionais de carreira. “O governo tem que ser administrado por profissionais estáveis, capacitados, e não por políticos com interesses que não são os da população”, diz ele. “Comissionamento, só por conhecimento técnico”, conclui.

paes2É com essa mentalidade que Claudio se mantém na vida pública. “Luto para mudar o sistema e dar exemplo aos jovens”, afirma. “A política interfere em tudo na vida das pessoas, e se não participarmos, entregamos o poder de decisão nas mãos das pessoas erradas.”

Para conseguir a cadeira na Câmara dos Deputados, esse professor do ITB pretende usar a internet para driblar a escassez de recursos financeiros. Além do trabalho em Barueri, ele conta com apoio dos militantes da Rede na região e em outras cidades, totalizando onze municípios em que têm base. No momento, está articulando dobradas com candidatos a deputado estadual. Ele enfatiza que a campanha tecnológica é coerente com o compromisso ambiental de seu partido. “Não dá mais para essa política baseada nos santinhos, de uso de muito papel, de lixo pelas ruas.”

Ele também aposta na força de Marina Silva, candidata do partido à Presidência. “Ela é uma referência, uma pessoa de bem, muito diferente de outros candidatos que estão aí”, afirma. “Não voto nela porque é do meu partido, mas porque me identifico com ela, acredito em suas propostas ideológicas, sua posição sobre as questões políticas”, explica. Claudio também vê semelhanças entre sua história de vida e a de Marina. “Passei por muitas coisas parecidas, temos em comum a superação de dificuldades.”

Claudio Paes trabalha desde os 11 anos de idade. Vendeu sorvete e salgadinhos, foi balconista de padaria e engraxate. Seu primeiro emprego formal foi aos 14 anos numa metalúrgica. Prestou o serviço militar até chegar a terceiro sargento do Exército, quando foi convidado a participar do grupo que formou a Guarda Metropolitana de São Paulo.

Tem 53 anos e veio para Barueri aos três. Morou a maior parte do tempo no Jardim Belval e atualmente está na Vila Boa Vista. Leciona no ITB há mais de 20 anos e dá aulas de eletrônica e telecomunicações na unidade do Belval.

Foi candidato a vereador pelo PSDB em 2012 e a prefeito em 2016 pela Rede. É divorciado e tem três filhos.

Compartilhe: