Serviço gratuito de coleta de entulho começa a funcionar em Barueri

0
1475
Compartilhe:

Papa-Entulho disponibiliza sacos para serem utilizados com restos de construção, madeira ou cacarecos

A partir deste ano, começa a funcionar em Barueri o serviço gratuito de Papa-Entulho. A ação disponibilizará, apenas para os munícipes que morarem em casas, um saco especial para descarte de restos de construção, madeira ou cacarecos.

Coletor deverá ficar em frente à casa e não poderá ser utilizado por outra residência/ Fotos: Divulgação
Coletor deverá ficar em frente à casa e não poderá ser utilizado por outra residência/ Fotos: Divulgação

O programa será mantido pela Secretaria de Serviços Municipais (SSM), a responsável por administrar o empréstimo do chamado big bag, que tem a capacidade de armazenar até 1,5 mil quilos de resíduos sólidos. Volume até o qual, por lei, é responsabilidade da prefeitura remover. Acima deste montante, é o morador que deve dar um destino ao entulho contratando uma caçamba particular.

Para acionar o Papa-Entulho, o morador deve entrar em contato com a SSM pelo telefone 4162-7300 ou e-mail ssm@barueri.sp.gov.br. Ao receber o bag, o barueriense assina um termo de uso e devolução do equipamento, que é recolhido em três dias úteis, ou quando estiver cheio, por um caminhão de coleta do serviço.

A administração municipal recomenda que o coletor seja colocado na calçada em frente à residência, de modo que não atrapalhe o trânsito de pedestres. E ainda, que o lixo orgânico não pode ser descartado no bag e que os materiais que estiverem fora do saco não serão recolhidos. O serviço não está disponível para indústrias, comércio, prédios (comerciais ou residenciais) e conjuntos residenciais.

De acordo com a prefeitura, a ação tem por objetivo “conscientizar a população sobre o perigo do descarte irregular de entulho e cacarecos em ruas e calçadas, e eliminar os considerados pontos viciados”. Em Barueri, o descarte irregular de entulhos é proibido pela Lei municipal 2.482/2016, que prevê multa nestes casos.

Em novembro de 2017, o Barueri na Rede divulgou uma reportagem sobre o descarte irregular de entulho na cidade com relatos de leitores, o histórico de leis que datam desde a década de 1980 e a posição da prefeitura sobre o problema crônico. Leia o conteúdo completo aqui.

 

Compartilhe: