Barueri conquista 198 medalhas em Olimpíada de Astronomia

1
436
Compartilhe:

Só a Emef Dalva Fogaça, do Jardim Silveira, conquistou 80 medalhas na competição

Alunos da rede de ensino de Barueri conquistaram 198 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), competição que busca levar a maior quantidade de informações sobre as ciências espaciais para a sala de aula.

Participaram 21 escolas da cidade, cinco delas conquistaram mais de 10 medalhas na OBA. A Emef Dalva Fogaça, do Jardim Silveira, por exemplo, ganhou 80 medalhas. Os estudantes da Emef Marlene Pereira Santiago também tiveram um bom desempenho, ganhando 32 medalhas. Já os alunos da Emef Renato Rosa faturaram 22 medalhas.

Essa foi a 21ª edição da OBA, competição voltada para os estudantes dos ensinos fundamental e médio. Escolas públicas e particulares se cadastram no site para participar. As provas ocorrem nas próprias escolas e são corrigidas pelos professores representantes do evento na instituição.

Em 2017, a OBA teve participação de mais de 665 mil estudantes de 7291 escolas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal. A organização já superou a marca dos 8,5 milhões de participantes em 20 anos e distribui anualmente cerca de 40 mil medalhas.

A olimpíada é dividida em quatro níveis – os três primeiros são para alunos da educação primária e o quarto para os da educação secundária – e a prova é composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida por cada nível.

Compartilhe:

1 COMENTÁRIO