Alta procura por vacina contra febre amarela causa queda na doação de sangue

0
315
Compartilhe:

Posto de coleta em Barueri tem queda de 70% no nível normal de doações. Quem foi vacinado deve aguardar 28 dias para doar sangue

Os estoques do posto de coleta da Pró-Sangue em Barueri estão em nível crítico. Segundo a entidade, 70% abaixo das doações habituais, que mesmo na totalidade não atendem plenamente a necessidade dos bancos de sangue.

O motivo é a corrida da população para fazer a imunização contra a febre amarela, o que fatalmente tem fastado os doadores das unidades de coleta, já que ao ser vacinada, a pessoa precisa esperar 28 dias para estar em condições de saúde adequada para ser doador.

Em Barueri, segundo a administração municipal, foram vacinadas mais de 144 mil pessoas, o que comprometeu o banco do Pró-Sangue da cidade, que é responsável pelo fornecimento ao HMB e ao Pronto-Socorro Central (Sameb). O posto tem atendido cerca de 40 candidatos por dia, sendo que a capacidade máxima é de atendimento é de 80 doadores por dia.

As pessoas que estiverem em algum município com caso confirmado da doença, devem aguardar 30 dias. Já aqueles que contraíram a enfermidade, devem esperar seis meses após a alta médica para fazer algum tipo de doação.

Respeitado o intervalo mínimo de 28 dias para quem tomou a vacina, vale lembrar que para doar basta estar em boas condições de saúde, estar alimentado, ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 kg e apresentar ao ato de doação o documento de identidade original com foto recente. Alimentos gordurosos só podem ser ingeridos quatro horas antes da doação, e no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, deve aguardar uma semana para fazer a doação.

O posto de coleta em Barueri fica dentro do Hospital Municipal de Barueri (HMB) com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, na rua Ângela Mirella, 354, andar térreo – Vila Dom José.

Compartilhe: