Celso Furlan reassume Secretaria da Educação

0
2485
Compartilhe:

Após cinco meses afastado em meio a denúncias de corrupção, irmão do prefeito volta ao comando da pasta

O ex-secretário de Educação de Barueri, Celso Furlan, está de volta ao comando da pasta, depois de um afastamento de cinco meses e meio. A data oficial de sua efetivação no cargo está prevista para estes primeiros dias de novembro, mas fontes da prefeitura afirmam que ele já retomou o comando da área.

Celso, que é irmão do prefeito Rubens Furlan, afastou-se da secretaria em 14 de maio. Segundo a Secretaria de Comunicação (Secom) da prefeitura, a saída foi motivada por razões pessoais. Na época, porém, ela foi associada à investigação da Polícia Federal (PF) sobre denúncias de corrupção na campanha eleitoral de 2016, revelada poucos dias antes.

Junto com Celso, pediu exoneração outro irmão do prefeito, Toninho Furlan, também citado no relatório da PF. Toninho retomou seu mandato na câmara desde então.

Operação Prato Feito

A investigação da Polícia Federal, denominada Operação Prato Feito, apura a atuação de intermediários de empresas dentro de 30 prefeituras em quatro estados, entre elas, Barueri. Esses agentes ofereceriam dinheiro aos administradores municipais em troca de vantagens em licitações públicas.

No caso de Barueri, a PF afirma que um lobista teria dado dinheiro para a campanha de Furlan em 2016 para que, após a posse, uma editora específica fosse vencedora de licitações de compra de livros didáticos, o que configura crime de corrupção.

Leia sobre o afastamento de Toninho e Celso Furlan: Investigação da PF derruba secretários irmãos de Furlan

Leia sobre a Operação Prato Feito: Furlan é principal alvo da operação da PF em Barueri

Compartilhe: