Casas do Jardim Graziela sofrem ondas de assaltos e invasões

0
1969
Compartilhe:

O episódio mais recente foi na madrugada de segunda-feira, quando um morador acordou com o barulho de um rapaz abrindo o portão

Os moradores do Jardim Graziela, bairro próximo à Vila São Silvestre, têm passado, dentro de suas próprias casas, por situações constantes de insegurança. O episódio mais recente aconteceu por volta das 3 horas da madrugada de segunda-feira, 10/7, quando um morador foi acordado pelos latidos dos cachorros que alertavam: alguém estava abrindo o portão da residência numa tentativa de invadir o local.

Assustado, o morador saiu para verificar do que se tratava e se deparou com um homem. Aparentemente desorientado, o rapaz, que estava apenas de bermuda e tinha um ferimento na cabeça, disse que queria entrar e comer alguma coisa. “Ele não sabia onde estava e percebi que estava ferido. Ele me pediu para entrar na minha casa, que estava com fome e me pareceu que ele tinha problemas mentais, ou algo assim”, relatou o morador, que por temer pela própria segurança, preferiu ter a identidade mantida em sigilo.

Segundo moradores, várias casas foram assaltada na Rua Birigui
Segundo moradores, várias casas da rua Birigui, no Jardim Graziela, foram assaltadas em poucos dias 

Diante da sensação de insegurança que tem tirado o sossego dos moradores, em pouco tempo os vizinhos tomaram a rua assustados com o episódio. Depois de oferecer uma fruta ao rapaz, o dono da casa que sofrera a tentativa de invasão achou por bem chamar a Guarda Civil Municipal para que o rapaz fosse levado para receber atendimento médico e quem sabe ser identificado e levado até a família.

Outros casos não tiveram um desfecho tão tranquilo como esse. Segundo relatos de moradores da rua Birigui, por exemplo, já foram registradas várias situações de roubos e furtos. “Chegamos a criar um grupo no whatsapp para tentarmos nos comunicar quando notamos algo de estranho e assim alertarmos todo mundo”, desabafou um morador.

Ele relatou que houve três casos de invasão de casas onde foram levados computadores, eletrodomésticos e televisores. Aparentemente, um veículo rondava o bairro e colhia informações para facilitar a ação dos assaltantes. Além disso, há queixas de moradores de que, frequentemente, usuários de drogas invadem residências para furtar.

Segundo a prefeitura, a GCM intensificou o patrulhamento no bairro, principalmente na rua Rancharia
Segundo a prefeitura, a GCM intensificou o patrulhamento no bairro, principalmente na rua Rancharia

Questionada sobre a situação, que é agravada pela falta de iluminação pública, a prefeitura, por meio de nota emitida pela Secom, afirmou que a Guarda Civil Municipal foi acionada e que o patrulhamento foi intensificado no Jardim Graziela. Segundo a nota enviada ao Barueri na Rede, o maior reforço foi na rua Rancharia.

A resposta termina dizendo que “há também um empenho para deter os autores de alguns delitos ocorridos no local, que já foram identificados por videomonitoramento, para que possam ser responsabilizados pelos atos cometidos”. Sobre essa intensificação no patrulhamento, o morador que quase teve a casa invadida disse que até o momento não notou nenhuma ação de qualquer força de segurança.

 

 

Compartilhe: