Banda barueriense Monterrey lança single e clipe

0
410
Compartilhe:

O Barueri na Rede entrevistou o grupo em sua nova fase, com formação repaginada

Por: Caroline Rossetti

A banda Monterrey, de Barueri, lançou nesta quarta-feira, 18/7, o novo single Todo Fim é Recomeço. Nesta reportagem, você vai conferir o clipe da faixa, também disponibilizado hoje, e a entrevista exclusiva sobre os próximos passos dessa nova formação do grupo, que ganhou o nome de Monterrey Cassino.

Banda formada em Barueri segue com nova formação e produções saindo do forno./Fotos: Divulgação
Banda formada em Barueri segue com nova formação e produções saindo do forno./Fotos: Guto Ponto – Cafofo Filmes

Depois de manter a formação original por seis anos, em março deste ano o time da Monterrey sofreu uma alteração nos vocais. Saiu de cena Alex Rodrigues, que também tocava guitarra, para Edson Bezerra assumir o microfone. Atualmente, a banda segue com o baterista Rafael Japonêis (da Aldeia de Barueri), o guitarrista Rafael Pertile (do Parque dos Camargos), o baixista Cilada Pieper (do Jardim Paulista) e o novo vocal Edson Bezerra (do Jardim Califórnia).

A primeira produção dessa nova fase do quarteto, que recebeu nome de Monterrey Cassino, é o single e clipe de Todo Fim é Recomeço. As imagens foram capturadas no Estúdio The Wall, em Osasco, onde a Monterrey faz ensaios, pelo dono do espaço, Gil Gonçalves, e a respectiva produtora, Cafofo Filmes. O material também é assinado por Handel Meireles, Alan Toso e o som teve a mixagem e a masterização de Alemão Eduardo Aguiar do Estúdio Atelier Vitché, do bairro de Pinheiros, em São Paulo.

O Barueri na Rede trocou mensagens com os integrantes da Monterrey Cassino, Rafael Pertile e Cilada Pieper, sobre a gravação do novo clipe e os próximos passos da banda. Confira!

BnR – Nessa nova fase, com vocalista-guitarrista novo, vocês acrescentaram Cassino ao nome da banda. Porque houve a mudança de nome e como ele foi escolhido?

Monterrey – Quisemos marcar esse recomeço de alguma forma impactante. Não queríamos começar um projeto novo mas, sim, trazer uma nova vida para a banda, então rebatizar foi uma forma que encontramos de marcar esse momento.

Nas nossas letras falamos basicamente sobre a vida. E a vida é um jogo de azar meio aleatório, onde ganhamos, perdemos e aprendemos. Escolhemos Cassino pensando nessa simbologia.

BnR – Todo Fim é Recomeço é o novo single da Monterrey. Todos da banda assinam a composição? Como foi o processo de composição da música?

Monterrey – A letra foi escrita pelo Cilada Pieper, baixista da banda.

Nosso processo de composição sempre foi parecido, com o Cilada trazendo as letras e a banda trabalhando nos instrumentais e melodias juntos. Para o novo single mantivemos esse processo com o qual já estamos acostumados a trabalhar.

Agora, com a entrada do Ed Bezerra, que também é um grande compositor, pretendemos testar outros formatos de composição.

BnR – O clipe, lançado hoje 18/7, foi gravado no Estúdio The Wall e produzido pela Cafofo Filmes (Gil Gonçalves). Como foi a gravação do clipe? Quanto tempo demorou para produzir tudo e fazer o lançamento? Vocês têm alguma curiosidade, ou situação inusitada, que aconteceu durante as filmagens para contar?

Monterrey – O clipe foi filmado durante a gravação da música, então dessa vez não tivemos grande esforço, além de tocar. Gastamos poucas horas gravando os instrumentos e as vozes e o Gil conseguiu captar muito bem a naturalidade do momento, exatamente como nós queríamos.

O Gil editou as imagens e o Handel Meireles, que também é um grande amigo nosso, fez as animações. Esse processo levou umas três ou quatro semanas até ser finalizado.

Acho que o mais curioso dessa gravação foram os nossos aplausos e abraços quando encerramos. Estamos muito focados nesse recomeço e sentimos algo diferente quando terminamos de gravar essa música. É difícil explicar esse sentimento, mas pra gente foi bem marcante.

BnR – Todos os clipes recentes de vocês levam a direção de Gil Gonçalves (Todo Fim é Recomeço, $em, Sem Reprise, Certas Coisas Nunca Mudam). Como é trabalhar com ele?

Monterrey – O Gil é praticamente um quinto elemento na banda. É um cara diferenciado no mercado audiovisual e está envolvido em quase tudo que fazemos há anos. Conhece a gente como ninguém e confiamos muito nele.

Trabalhar com ele é certeza de que teremos excelência no material e não abrimos mão disso. Essa é uma parceria que certamente irá durar por muitos anos.

BnR – Quais são os planos dessa nova fase?

Monterrey – Por enquanto estamos preparando o show novo, cuidando dos detalhes para voltarmos aos palcos.

Nas próximas semanas, vamos gravar e lançar um live session e um single novo. Até o fim do ano, vamos apresentar mais algumas novidades.

BnR – Vocês já têm uma agenda de shows para os próximos meses?

Monterrey – Dia 15/9 faremos um show no Augusta 339, em São Paulo, para marcar o retorno da banda e apresentar o Edson pessoalmente ao público que acompanha a gente.

Estamos fechando algumas datas para passar em algumas cidades, depois desse show. Em breve anunciamos os locais.

Trajetória  

Com dois EP's e um CD de estúdio lançados, Monterrey segue com nova formação.
Com dois EP’s e um CD de estúdio lançados, Monterrey inicia nova fase da banda.

A Monterrey foi formada em fevereiro de 2012, em Barueri. De lá para cá, lançou dois EP’s, Monterrey (2013) e Personalidade Autodestrutiva (2014), este último produzido pelo ex-VJ da MTV Chuck Hipólitho (das bandas Forgotten Boys e Vespas Mandarinas) no Estúdio Costella e masterizado no Estúdio Tambor (RJ).

Em 2016, foi a vez do primeiro disco de estúdio, o Temporada de Caça, com produção do vocalista do Sugar Kane e Water Rats, Alexandre Capilé, também no Estúdio Costella. Com 11 faixas, o álbum teve as participações de Noel Rouco (Rock Rocket), Luca Bori (Vivendo do Ócio) e Pedro Pelotas (Cachorro Grande).

Assim, o som da Monterrey ultrapassou os limites baruerienses. Os rapazes rodaram o Brasil dividindo palco com grandes nomes do rock nacional, como Vivendo do Ócio, Vespas Mandarinas, Rock Rocket, Dead Fish e Dance of Days. Além de ter músicas executadas nas rádios voltadas para o rock em São Paulo, o single Hank no programa Temos Vagas, de 2013, da 89 FM – A Rádio Rock, e as faixas Caso Perdido e Maledicência, em 2015 e 2016, nos programas BR 102 e Filhos da Pátria da Kiss FM.

Com Temporada de Caça lançado em julho de 2016, no mês seguinte a banda participou do programa online Estúdio Showlivre, de Clemente Nascimento, integrante do Inocentes e da Plebe Rude. Confira a apresentação na íntegra (aqui).

Não deixe de acompanhar a banda nas redes sociais e fique por dentro dos próximos lançamentos e shows. A Monterrey Cassino está no FacebookInstagramYouTubeSpotifyDeezer.

Compartilhe: