Alta velocidade dos ônibus preocupa passageiros

0
4634
Compartilhe:

Reclamação sobre o quanto os motoristas correm tem como principal alvo o trajeto no viaduto do Belval

Por Ingrid Miranda

As reclamações sobre os ônibus de diversas linhas municipais de Barueri são diversas, do preço das tarifas ao tempo de espera até a falta de conforto da frotas. Mas um outro fator tem chamado a atenção e preocupado os passageiros: o excesso de velocidade adotado pelos motoristas, especialmente no trecho do Viaduto do Belval.

Vários leitores procuraram o Barueri na Rede falando sobre o desconforto e perigo causados pelo comportamento de alguns motoristas. “Queria fazer um alerta quanto à fiscalização no viaduto Joaquim Antunes da Silva, no Jardim Belval, a respeito dos ônibus que passam pelo trajeto em alta velocidade. Muitos moradores estão com medo de um futuro desastre”, chamou a atenção para o fato, um morador do bairro.

Entre as linhas com maior número de reclamações dos leitores estão T242 – Jardim Líbano/ Tamboré (via Av. Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão); T253 – Jardim Líbano/ Parque Imperial (via Av. Zélia) e A268 – Vale do Sol/ Engenho Novo (via Av. Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão e Rua Engº Jonas Pompéia), as queixas na maioria das vezes são sobre a velocidade em que os ônibus passam pelo viaduto nos dois sentidos.

Questionada quanto ao problema indicado pelos passageiros, a prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), se pronunciou em nota, dizendo que “acompanha e monitora via GPS, todas as linhas municipais do transporte coletivo, para coibir estes tipos de conduta. Toda a frota municipal de coletivos é equipada com dispositivos que auxiliam na fiscalização, inclusive da velocidade, que também é aferida, além do GPS, através do tacógrafo”.

Ainda segundo a prefeitura, “a indicação é que sejam enviadas durante a denúncia o prefixo do ônibus, data e horário aproximado, para que haja apuração precisa da ocorrência e adoção de medidas cabíveis”.

Além da alta velocidade, passageiros reclamam das irregularidades do asfalto, o que ajudaria a tornar o trajeto mais perigoso.

Vídeo feito de dentro do ônibus passando pelo Viaduto Belval (imagens enviadas por Leandro Kdeira)

 

 

 

Compartilhe: