Barueri ganha delegacia de conciliação de pequenos crimes

0
1066
Compartilhe:

Destinada à solução de conflitos, o Necrim, delegacia especializada da Polícia Civil funcionará ao lado da DP Central

Por Caroline Rossetti

Barueri será a primeira cidade da região a ter um núcleo especializado em conflitos/Fotos:Caroline Rossetti/Bnr
Barueri será a primeira cidade da região a ter um núcleo especializado em conflitos/Fotos:Caroline Rossetti/Bnr

Barueri foi escolhida para ser a primeira cidade da região metropolitana a ter uma unidade do Núcleo Especial Criminal, chamado Necrim. A delegacia, especializada em conciliação de crimes de menor potencial, será um braço da Delegacia de Polícia Civil e funcionará ao lado da DP Central, na Vila Silveira.

Em conversa com o Barueri na Rede, o delegado assistente da DP Central, Francisco José Videira, contou que a unidade de pacificação social desafogará a delegacia, que já recebe os plantões de toda a cidade nos finais de semana, que poderá focar em inquéritos de grande porte, junto com o Poder Judiciário e o Ministério Público. “O trabalho do Necrim, que será comandado pelo nosso delegado titular Marcelo Jacobucci, será de fazer a pacificação dos crimes de menor potencial ofensivo para esses pequenos delitos não se tornarem algo maior no futuro”, afirmou Francisco.

O Necrim é um órgão vinculado à Polícia Civil que trata de infrações de menor potencial ofensivo, que geram penas de até dois anos de prisão, como perturbação de sossego, ameaça, injúria, difamação, lesões leves e acidente de trânsito. Desta forma, a unidade agiliza os atendimentos de defesa dos direitos dos cidadãos e da preservação da paz social.

Os processos que são direcionados pelo Necrim realizam as chamadas audiências preliminares de conciliação que, de comum acordo das partes envolvidas, gera um termo de conciliação preliminar que é firmado pelo Delegado de Polícia pacificador e, posteriormente, homologado pelo Judiciário.

 

A unidade barueriense

Necrim Barueri será ao lado da DP Central
Necrim Barueri será ao lado da DP Central

Em Barueri, a unidade ainda não tem uma data oficial de inauguração, mas o delegado assistente da DP Central, Francisco José Videira, espera que o núcleo fique pronto até o final deste ano. “Estão sendo feitos os últimos ajustes, como cabeamento, para o atendimento ao público ser feito de forma totalmente digitalizada, e a previsão que temos é para o mês de dezembro”, afirmou o delegado assistente.

O Necrim Barueri ficará no antigo prédio do Ciretran, ao lado da DP Central, na rua Pres. Artur da Costa e Silva, número 262, na Vila Silveira.

Como tudo começou

A ideia do Núcleo Especial Criminal foi do delegado e professor da Academia de Polícia (Acadepol) Clóves Rodrigues da Costa, que realizou a primeira conciliação em 2003, na região de Ribeirão Preto. O projeto ganhou força em 2009 e recebeu a nomenclatura de Necrim pelo delegado da região de Bauru, Licurgo Nunes Costa. Em 2010, a primeira unidade foi inaugurada na cidade de Lins.

De acordo com dados da Polícia Civil, em 2016, já com 44 unidades do Necrim, o órgão já havia realizado mais 88 mil audiências em seis anos, sendo que destes 89% dos acordos mediados foram solucionados.

O projeto que começou no interior de São Paulo, chegou à capital só em maio de 2016, com a primeira unidade localizada na região da Luz, próxima à estação Tiradentes do metrô. A unidade da capital totalizou, em seu primeiro ano de atuação, quase 400 audiências que resultaram em 84% de conciliações positivas.

Em fevereiro deste ano, foi inaugurada a primeira unidade da região do ABC Paulista, em Diadema. E em outubro, foi a vez da sede de Embu das Artes, contabilizando 46 unidades do Necrim em todo o estado.

Compartilhe: